terça-feira, 23 de março de 2010

Não feches os olhos...


Não tenho coragem
Para dizer o que sinto por ti,
Se calhar sou um cobarde,
Se calhar eu sou assim.

Passei por coisas que
Nem consigo imaginar,
Foi por ti que o fiz,
E nenhum momento dei a vacilar.

És tu que me dás forças
Para continuar
E acredita, que nunca.
Mas nunca te irei desapontar

Será que pensas em mim
Quando não estás comigo?
Será que gostas de mim
Ou não passo de um amigo?

Simplesmente gostava de provar o que sinto por ti
E esta foi a melhor maneira que descobri.
Quando ganhar coragem irei-te perguntar,
Mas por favor não feches os olhos
Pois nunca te irei perdoar.


Não quero fechar os olhos
Porque ao longe vejo a glória,
De uma vida ou de outra
Mas dará em vitória.

Vitória por ti merecida,
E sangue derramado,
Por seres tão bem dita
Irei á terra dos danados,
E por ti e com as minhas próprias mãos farei justiça


De: Tiago Mindrico

20 comentários:

Raquel disse...

adoro a musica
adoro o poema
continua ta lindo

joanna disse...

gósteiiiiii :D

sofia_ritjinha disse...

bloOg muito giro ah munino tiago :D
adorei cunhecer'te :P
bisu ....

Anónimo disse...

ext eh pra qUem????

Anónimo disse...

só se dixeres quem és xD

Anónimo disse...

lindo lindo lindo...


continua....



ass: Moon

Anónimo disse...

Xouuuu uma moskinha curioxa xD

Joana disse...

adoro mesmo muito este poema!! ta muito muito giro. :D
continua please

Dara disse...

Esta muito giro o poema:D
Beijinhos

Raquel. disse...

Está completamente lindo *.*

Anónimo disse...

esta giro

Anónimo disse...

ta fixe

Anónimo disse...

DEMAIS *.*

S'M'

Anónimo disse...

Tá bué giro, mas isso é td paixão?

Anónimo disse...

sim =D
E já agora gostava que ass os coments
obrigado

Anónimo disse...

a pexoa k disse k tava giro e era paixao nao sou eu ãh!

axx_ Moskinha ;)

Raquel disse...

a margarida pediu pa eu te diser q os poemas tao fantasticos(e sim este conta como comentario)

Anónimo disse...

gostei mt

miguel frois disse...

Ta só brutal todos os poemas puto, continua

Cátia disse...

ai a moskinha curiosa xD
adorei o poema :D continua
bj